Quem corre mais num campo de futebol durante o jogo? – O que e creatina Quinase (CK)? enzima que acumula-se no sangue durantes esforcos fisicos intensos

Zagueiros – de 7,2 km a 7,5 km
Laterais: 8 Km a 8,4 km
Volantes: 8,3 km a 8,7 km
Meias: 7,5 km a 7,5 km
Atacantes: 6,5 km a 7 km

O Coritiba monitora seus jogadores agora por GPS (Sistema da Posicionamento Global). Desde o ínício do campeonato, todos os jogadores, com exceção do goleiro, entram em campo com um pequeno aparelho colocado em um bolso no calção para avaliar o desempenho físico de seus jogadores, durante do jogos do Brasileiro.

O dispositivo – trazido da Espanha pelo praparador físico Alexandre Lopes – colhe dados que depois são analisados por um programa de computador.

Com o sistema, o clube busca fazer um acompanhamento da velocidade, das distâncias percorridas e intensidade do esforço dispendido pelos atletas, durante os 90 minutos. O objetivo principal é avaliar o desgaste sofrido e, com isso, programar os treinamentos e prevenir lesões.

“O que a gente procura é determinar qual a atividade que eles fazem em mais alta intensidade. Depois de coletados os dados, vamos nos concentrar na recuperação do atleta que teve o maior esforço, entrando imediatamente com suplementos e reposição de sais minerais”, explica ao UOL Esporte Glydston Ananias, coordenador de departamento do desempenho físico, do Centro de Excelência do Esporte do Coritiba (CEECOR).

Responsável pelo monitoramento, o fisiologista Raul Osiecki explica que são analisadas diversas escalas de intensidade física, desde a mais baixa, 10 km/h, até as mais altas, acima de 22km/h. As velocidades máximas atingidas pelos atletas podem chegar a uma variação entre 26km/h e 28km/h
Segundo Glydston Ananias, o acompanhamento por GPS tem auxiliado os preparadores e fisiologistas do clube a ter um maior controle sobre o desgaste e a recuperação física dos jogadores, depois de cada partida.

“Temos um controle maior da carga de treinamento, durante a semana. Quando o esforço no jogo foi maior, temos que entrar com reposição e, se necessário, recomendamos a diminuição da carga de trabalho e até o afastamento do jogador dos treinamentos”, informa.

Ele diz que o clube não conseguiu zerar as lesões, mas as mantêm em um nível considerado aceitável.

“Zerar lesões é impossível. Mantemos uma média dentro de um patamar considerado ideal, que é de 10%, em relação ao número de jogadores no elenco. Temos em média de 3 a 4 jogadores em tratamento, o que nos coloca dentro da meta”, explica.

Osiecki revela que, quando constatado um esforço muito grande, o jogador pode até ser afastado dos treinamentos. “Já aconteceu. Baseado no que constatamos no jogo, colocamos alguns atletas para fazer um trabalho diferenciado dos demais. Todo o trabalho da semana, tem sido feito com base no jogo”, comenta.

De acordo com fisiologista, conforme dados já levantados nos dez primeiros jogos do campeonato, já é possível determinar o desempenho físico individual e por posições. Números tabulados por ele mostram que os laterais e os volantes são os que percorrem as maiores distâncias nas partidas. Os primeiros se deslocam em média entre 8 e 8,4 quilômetros por por jogo. Os segundos percorrem distâncias entre 8,3 e 8,7 quilômetros (veja quadro).

Creatina

Além do GPS, o clube também usa um outro método para avaliar o esforço e o desgaste de seus atletas: o controle da concentração da enzima creatina quinose (CK). Isto é feito por meio da análise sanguínea, com o uso de um aparelho chamado Reflotlon. Quanto maior a concentração da enzima, após o esforço, maior a chance de o atleta sofrer uma lesão.

“A creatina quinase é um indicativo de estresse muscular. Quando há um esforço físico, esta enzima se acumula no sangue. Nós procuramos monitorar o atleta, ente 24 e 72 horas depois das partidas, para determinarmos a quantidade de creatina acumulada. Caso a concentração esteja acima do normal, retiramos o jogador do treinamento para evitar uma lesão”, explica Glydston Ananias.

definicao de creatine kinase no wikioedia

http://en.wikipedia.org/wiki/Creatine_kinase

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: